Conservação Produtiva Gestão Sustentável da Propriedade Agrícola

Conservação Produtiva
SISTEMA CACAU CABRUCA: Uma estratégia de conservação produtiva na Mata Atlântica do Sudeste da Bahia (Parte 02)
Conservação Produtiva
Conservação Produtiva: é a resultante da atividade agro-ambiental planejada no contexto do agroecossistema cacaueiro – de um sistema de produção agrícola de baixo impacto ecológico, que possibilita a sustentação dos recursos naturais renováveis de forma produtiva, sem alterações substanciais na paisagem local e nas suas características básicas; garantidos o uso, a conservação e a produção de forma sustentável.

ASPECTOS DA CONSERVAÇÃO PRODUTIVA

No agroecossistema cacaueiro da Bahia, a floresta atlântica possui os seus mais significativos remanescentes, seja pela extensão das áreas e tipologias vegetais, seja pela riqueza de espécies e características peculiares dos indivíduos que a compõem. Essa região apresenta importantes fragmentos com Mata Atlântica, mantidos graças à natureza conservacionista da cultura do cacau; em conseqüência de uma relação sui generis do homem com a natureza – a conservação produtiva; a qual foi capaz de evidenciar técnicas conservacionistas que se consolidaram ao longo dos anos.
Ao contrario dos demais modelos agrícolas convencionais de produção e de uso intensivo dos recursos naturais, o cacau cabruca não favoreceu a devastação total dos recursos florestais. Permitiu a conservação de remanescentes florestais nele inseridos, ou que circundavam as áreas cultivadas, bem como, a sobrevivência de indivíduos arbóreos da floresta primaria, com a função de proporcionar conforto térmico e ambiental ao cacaueiro. Isto propiciou a formação de corredores ecológicos que ampliam a capacidade de suporte faunístico dos fragmentos florestais remanescentes, além de manter a qualidade dos solos em níveis próximos ao de uma floresta natural; assim como, a conservação dos recursos hídricos quando, na faixa ciliar, o sombreamento possui uma maior densidade arbórea (> 85 ind ha-1).

Conforto Ambiental: o conjunto de árvores dispersas numa área cultivada com cacau, seja de forma ordenada ou não, compõe o sub-sistema de proteção, o qual é capaz de interferir de forma positiva na cultura, sob diversos aspectos, proporcionando diferentes confortos. Quando protege e abriga predadores de pragas, isto é conforto entomológico; quando contribui para o controle natural de doenças, é conforto fitopatológico; quando contribui na ciclagem de nutrientes e por conseguinte na fertilidade do solo, é conforto nutricional; quando equilibra os picos de temperatura (máx-min), a radiação térmica e a ação danosa dos ventos, contribuindo para a produtividade, é conforto térmico; quando contribui na interceptação, retenção da precipitação e infiltração de água no solo, é conforto hídrico, entre outros. A soma dos diferentes confortos proporciona o conforto ambiental da cacauicultura.

A comprovação da existência de espécies de diferentes estádios sucessionais, convivendo num mesmo espaço agrícola, entremeados com fragmentos florestais, evidencia a capacidade de adaptação das espécies à antropização, bem como o potencial do sistema em ter produção concomitante à conservação, o que possibilita a realização de ações conservacionistas como: corredores ecológicos, resgate, reintrodução e conservação produtiva de espécies em risco de extinção ou sobre forte pressão antrópica.
A versatilidade do sistema cabruca é algo que precisa ser evidenciado. Além das funções de proteção (conforto térmico e ambiental) que as árvores de sombra da cabruca podem proporcionar, outras funções devem ser consideradas, como a de produção sustentável de madeira, flores, frutos, fármacos e outros produtos; o que pode contribuir para o aumento de receita na propriedade agrícola, ao tempo em que diminui as pressões sobre os fragmentos florestas naturais remanescentes.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Essa forma de conservação aprendida com o cacau cabruca, estabelece um novo paradigma regional, o paradigma da conservação produtiva em que, sem precisar destruir a riqueza arbórea, nem alterar profundamente a paisagem e muito menos decretar a intocabilidade da área, consegue-se produzir, fixar o homem na zona rural, conservar a diversidade arbórea regional e estabelecer conectividade gênica entre os remanescentes florestais.
Contudo, é preciso olhar para o sistema cacau cabruca da Região Cacaueira da Bahia e perceber a capacidade da cabruca de proporcionar a conservação e produção coexistindo num mesmo espaço-tempo numa relação sustentável com os recursos naturais associados, apontando um novo rumo para a agricultura tropical.

Dan Petit Lobão – Eng.Florestal,DSc
Wallace Setenta – Eng.Agrônomo,MSc

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

RSS Notícias
  • Prêmio Nacional da Biodiversidade - PNB prorroga inscrições 31 de outubro de 2016
    As inscrições para o Prêmio Nacional da Biodiversidade (PNB) foram prorrogadas até 22 de novembro. O resultado será conhecido em 22 de maio de 2017, em Brasília, durante as comemorações pelo Dia Internacional da Biodiversidade. Os finalistas recebem certificado de participação e os vencedores, um troféu.Continue lendo aqui […]
  • Fique atento ao horário do transporte entre a Sede e a 505 Norte 30 de março de 2015
    O transporte de servidores entre os edifícios Sede (Esplanada) e Marie Prendi (505 Norte) agora acontece por meio de vans, que saem em horários específicos.Fique atento à escala: Saída da Sede para a 505 Norte Saída da 505 Norte para a Sede 8h20 8h50 9h20 10h 10h40 11h10 11h30 12h 13h30 14h30 15h 15h30 16h 16h30 17h 17h30 […]
  • Confira a programação do carnaval de Brasília 4 de fevereiro de 2015
    Além da programação tradicional do carnaval das escolas de samba, Galinho da Madrugada, Pacotão e bailes nos clubes da cidade, os foliões brasilienses ganharam mais opções para curtir o carnaval em Brasília.Novos blocos de carnaval, cheios de criatividade e graça, surgiram a partir da iniciativa dos moradores da cidade e se tornaram ótimas alternativas para […]