Conservação Produtiva Gestão Sustentável da Propriedade Agrícola

Conservação Produtiva
Preservação de margem de rio vale dinheiro para agricultores de SC

O pagamento por serviços ambientais é um dos projetos escolhidos pelo Ministério do Meio Ambiente para servir como exemplo de boas práticas ambientais, durante a conferência Rio +20.

Em São Bento do Sul, no norte de Santa Catarina, a principal fonte de água para os 75 mil moradores é o Rio Vermelho, que corta o município de fora a fora.

Nos últimos anos, o rio não tem dado conta do abastecimento por causa da devastação das matas no entorno de nascentes e margens, que diminuiu o volume das águas. E foi pensando em restaurar essa vegetação e evitar a falta de água, que a prefeitura criou um programa de serviços ambientais há um ano e meio, onde o proprietário rural que preservar ou reflorestar as áreas em torno da nascente e do leito do Rio Vermelho recebe um pagamento no final do ano.

Em São Bento do Sul, existem 49 propriedades às margens do Rio Vermelho. Dessas, 18 aderiram ao programa de serviços ambientais e já receberam pagamento pela área preservada.

O agricultor Felipe Sanocki conseguiu o valor de R$ 336 por uma área de meio hectare às margens do rio. Para ele, a preservação vale a pena. “Assim a gente sempre ganha uns trocados. Então vale a pena preservar”, conta.

O proprietário que tem interesse em participar preenche uma ficha. Após a inscrição, um contrato é assinado e a propriedade passa por uma vistoria. O pagamento é feito pelo Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto, sem custo adicional na conta dos consumidores, e varia de acordo com 18 critérios fixados pelo programa.

Nos espaços que já foram desmatados são plantadas árvores nativas, como o araçá, a pitangueira e o jacarandá. Já nas propriedades com gado, deve ser adotado um cuidado a mais, já que as áreas de preservação precisam ser cercadas.

O proprietário José Honório foi quem recebeu o pagamento mais alto no ano passado. O valor foi de R$ 3 mil por 13 hectares de área de preservação permanente. Com a área preservada, ele ganha pontos extras no programa e uma renda a mais.

O Ministério do Meio Ambiente pretende apresentar outros 15 projetos desenvolvidos em áreas urbanas e rurais durante a Rio +20. A conferência das Nações Unidas sobre desenvolvimento sustentável será realizada em junho, no Rio de Janeiro. (Fonte: G1)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

RSS Notícias
  • Prêmio Nacional da Biodiversidade - PNB prorroga inscrições 31 de outubro de 2016
    As inscrições para o Prêmio Nacional da Biodiversidade (PNB) foram prorrogadas até 22 de novembro. O resultado será conhecido em 22 de maio de 2017, em Brasília, durante as comemorações pelo Dia Internacional da Biodiversidade. Os finalistas recebem certificado de participação e os vencedores, um troféu.Continue lendo aqui […]
  • Fique atento ao horário do transporte entre a Sede e a 505 Norte 30 de março de 2015
    O transporte de servidores entre os edifícios Sede (Esplanada) e Marie Prendi (505 Norte) agora acontece por meio de vans, que saem em horários específicos.Fique atento à escala: Saída da Sede para a 505 Norte Saída da 505 Norte para a Sede 8h20 8h50 9h20 10h 10h40 11h10 11h30 12h 13h30 14h30 15h 15h30 16h 16h30 17h 17h30 […]
  • Confira a programação do carnaval de Brasília 4 de fevereiro de 2015
    Além da programação tradicional do carnaval das escolas de samba, Galinho da Madrugada, Pacotão e bailes nos clubes da cidade, os foliões brasilienses ganharam mais opções para curtir o carnaval em Brasília.Novos blocos de carnaval, cheios de criatividade e graça, surgiram a partir da iniciativa dos moradores da cidade e se tornaram ótimas alternativas para […]