Conservação Produtiva Gestão Sustentável da Propriedade Agrícola

Conservação Produtiva
Cálculo do Rendimento de Mão de Obra (Como fazer?)

Para calcular os custos das práticas que serão realizadas na propriedade, é necessário conhecer o rendimento da mão de obra de seus trabalhadores, analisar as diversas relações do trabalho além do assalariamento (arista, empreitada, parceria, etc.) e sua adequação a cada tipo de serviço a ser executado. Por exemplo: Quantos cacaueiros são adubados em um dia por um de seus empregados? Ou quantos dias serão gastos para fazer a roçagem de uma determinada quadra de cacau? E de que forma esses serviços devem ser pagos? Na diária ou na empreitada?

Tabelas de rendimentos médios das práticas agrícolas, ou mesmo dados obtidos em outras propriedades, devem servir apenas como referência, pois esses rendimentos se diferenciam entre as diversas regiões, considerando situações específicas como: qualificação da mão de obra, relevo e outras particularidades de cada plantio e vão influenciar na variação dos dados, para um futuro planejamento.

Como você deve fazer para medir o Rendimento da mão de obra na prática de Poda em 4 ( quatro) hectares de cacau com 3.200 plantas.

Coloque 02 (dois) homens para trabalhar na prática da poda durante um dia inteiro. Ao final do dia, conte quantas plantas foram podadas. Divida este número por 2 (dois) e terá o rendimento. Ex. Os dois homens podaram 100 (cem) plantas o dia inteiro. O rendimento vai ser 50 plantas podadas em um dia (100:2=50 plantas). Isto significa dizer que um homem sozinho vai levar 64 dias para podar esta roça (3.200:50 =64 dias), ou que 16 homens levam apenas 4 (quatro) dias para realizar este trabalho (64:16=4 dias).

Para medir o rendimento da mão de obra na roçagem desta mesma quadra, você pode fazer da seguinte forma:

Coloque por exemplo 3 (três) homens para roçar esta quadra (4 ha).No final, multiplique por 3(três) a quantidade de dias gastos e divida por 4(quatro).

Ex: Se os três homens trabalharam 8 (oito) dias para roçar esta quadra, faça a  seguinte conta: 8 x 3: 4 = 6 dias por hectare.

Em outra quadra medindo 3 (três) hectares, no primeiro dia da roçagem,você  pode colocar dois homens; no segundo dia, você pode aumentar para três; no terceiro dia só podem trabalhar dois; e no quarto dia podem ser usados cinco homens. O cálculo do rendimento da mão de obra neste caso, se obtém da seguinte forma: 2 + 3 +2 +5 =12 : 3 = 4 dias por hectare.

Ednaldo Ribeiro Bispo
Engenheiro Agrônomo

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

RSS Notícias
  • Prêmio Nacional da Biodiversidade - PNB prorroga inscrições 31 de outubro de 2016
    As inscrições para o Prêmio Nacional da Biodiversidade (PNB) foram prorrogadas até 22 de novembro. O resultado será conhecido em 22 de maio de 2017, em Brasília, durante as comemorações pelo Dia Internacional da Biodiversidade. Os finalistas recebem certificado de participação e os vencedores, um troféu.Continue lendo aqui […]
  • Fique atento ao horário do transporte entre a Sede e a 505 Norte 30 de março de 2015
    O transporte de servidores entre os edifícios Sede (Esplanada) e Marie Prendi (505 Norte) agora acontece por meio de vans, que saem em horários específicos.Fique atento à escala: Saída da Sede para a 505 Norte Saída da 505 Norte para a Sede 8h20 8h50 9h20 10h 10h40 11h10 11h30 12h 13h30 14h30 15h 15h30 16h 16h30 17h 17h30 […]
  • Confira a programação do carnaval de Brasília 4 de fevereiro de 2015
    Além da programação tradicional do carnaval das escolas de samba, Galinho da Madrugada, Pacotão e bailes nos clubes da cidade, os foliões brasilienses ganharam mais opções para curtir o carnaval em Brasília.Novos blocos de carnaval, cheios de criatividade e graça, surgiram a partir da iniciativa dos moradores da cidade e se tornaram ótimas alternativas para […]